"February 15, 2012 — When both male and female college professors have the freedom to take post-birth parental leave, the men almost never do half of the infant care from birth to age 2, even when they believe that child care should be shared equally.

The reason female professors do more infant care may boil down to the fact that they enjoy it more than men do – and that reason may be rooted in evolutionary differences between the sexes, suggests a new, first-of-its-kind study, co-authored by Steven Rhoads, a political scientist in the University of Virginia’s College of Arts & Sciences.

The study concludes that gender-neutral policies extending paid post-birth leave to male professors should be re-examined – and possibly repealed."

via Study: Sex Differences in Infant Care Trump Gender-Neutral Ideology.

Um estudo científico chegou à conclusão de que, por razões ligadas à evolução da espécie humana, a mulher [mãe] tem uma maior inclinação natural para cuidar dos filhos recém-nascidos do que o homem [pai].

Um dia destes, por exemplo, irá com certeza aparecer um estudo científico que demonstre que o ser humano normal é bípede; e quiçá um outro estudo científico que verifique que o ser humano é dotado de linguagem — porque, sem estes estudos científicos, não ficaria claro que o Homem é bípede e dotado de linguagem.

Vivemos num mundo de doidos, em que aquilo que é evidente e/ou auto-evidente precisa agora de ser confirmado pela ciência — porque se não existir uma confirmação científica daquilo que é evidente, haverá sempre a possibilidade, e sobretudo a legitimidade, de se contestar politicamente as evidências e a realidade objetiva e concreta.

A ciência transformou-se na chancela da sanidade mental. Se disseres que “um porco é porco”, mas não te baseares num qualquer estudo científico, haverá sempre a possibilidade de alguém te chamar de maluco alegando que “o porco é limpo”.

A ciência passou a ser a fonte derradeira do conhecimento — o que é um absurdo de todo o tamanho! Para a nossa cultura, não interessa agora saber se uma dada afirmação é verdadeira [se está em concordância com os factos], mas antes interessa saber se está de acordo com uma qualquer fonte científica.

http://espectivas.wordpress.com/2012/04/20/a-estupidificacao-da-cultura-o-evidente-tem-que-ser-demonstrado-pela-ciencia/

Anúncios