Tags

, , , , , , ,

XVI- Ordem Social

Como o sal da terra e a luz do mundo, o cristão tem o dever de participar em todo esforço que tende ao bem comum da sociedade em que vive.1 Entretanto, o maior benefício que pode prestar é anunciar a mensagem do Evangelho; o bem-estar social e o estabelecimento da justiça entre os homens dependem basicamente da regeneração de cada pessoa e da prática dos princípios do Evangelho na vida individual e coletiva.2 Todavia, como cristãos, devemos estender a mão de ajuda aos órfãos, às viúvas, aos anciãos, aos enfermos e a outros necessitados, bem como a todos aqueles que forem vítimas de quaisquer injustiça e opressões.3 Isso faremos no espírito de amor, jamais apelando para quaisquer meios de violência ou discordantes das normas de vida expostas no Novo Testamento.4

1 Mt 5.13-16; Jo 12.35-36; Fp 2.15
2 Mt 6.33; Mc 6.37; Lc 10.29-37
3 Ex 22.21,22; Sl 82.3,4; Ec 11.1,2
4 Is 1.16-20; Mq 6.8; Mt 5.9

XVII– Família

A família, criada por Deus para o bem do homem, é a primeira instituição da sociedade. Sua base é o casamento monogâmico e duradouro, por toda a vida, só podendo ser desfeito pela morte ou pela infidelidade conjugal.1 O propósito imediato da família é glorificar a Deus e prover a satisfação das necessidades humanas de comunhão, educação, companheirismo, segurança, preservação da espécie e bem assim o perfeito ajustamento da pessoa humana em todas as suas dimensões.2 Caída em virtude do pecado, Deus provê para ela, mediante a fé em Cristo, a bênção da salvação temporal e eterna, e quando salva poderá cumprir seus fins temporais e promover a glória de Deus.3

1 Gn 1.7; Js 24.15; 1Rs 2.1-3; Ml 2.10
2 Gn 1.28; Sl 127.1-5; Ec 4.9-13
3 At 16.31,34

Fonte: http://www.batistas.com/index.php?option=com_content&view=article&id=15&Itemid=15&limitstart=10

Anúncios