Tags

, ,

Um estudo realizado pela companhia de consultoria em mídias sociais, Sociagility, reuniu uma lista com as dez universidades mais sociais. As melhores colocadas, isto é, as que melhor utilizam o Facebook, o Twitter e o YouTube em seu favor foram Harvard, a Universidade da Pensilvânia e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, da sigla em inglês).

A Universidade de Harvard é a primeira da lista das universidades mais sociais (Foto: Reprodução/Júlio Monteiro)A Universidade de Harvard é a primeira da lista das universidades mais sociais (Foto: Reprodução/Júlio Monteiro)

Os resultados foram determinados por como cada universidade atraia atenção para suas páginas nas mídias sociais, baseando-se no tráfego, no número de seguidores e no envolvimento. Para a avaliação, contou também a receptividade nas horas de dar atenção aos comentários, respondê-los e interagir com os usuários, além da confiança gerada e o alcance na rede.

Essa pesquisa reuniu uma amostragem que incluiu as 25 melhores universidades dentro dos Estados Unidos e do Reino Unido. O padrão para a amostra baseou-se em uma lista com as melhores universidades do mundo, reunida entre 2011 e 2012. Dessa lista com 25, são trazidas aqui as dez melhores e algumas de suas características que as fazem serem as mais sociais:

1. Harvard: tem mais de 1,6 milhões de fãs no Facebook e 107 mil seguidores no Twitter. Sua estratégia inclui postar de tudo nas páginas das redes sociais, desde notícias sobre as últimas pesquisas, até vídeos do seu time de basquete masculino vencendo as competições;

2. Universidade da Pensilvânia: incentiva seus estudantes a seguir a instituição em várias plataformas para se manterem atualizados sobre as últimas notícias da faculdade;

3. Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT): o MIT não somente posta artigos sobre pesquisas e atualizações em seus sites nas mídias sociais, mas também mantém inúmeras contas no Twitter, como: @MIT_Alumni and @MITSloan to @Medialab and @TechReview;

O MIT recorre a várias contas no Twitter como estratégia (Foto: Reprodução/Mashable)A fanpage do MIT no Facebook (Foto: Reprodução/Mashable)

4. Universidade de Michigan: interage com seus alunos dentro da comunidade do Twitter e frequentemente envia mensagens diretamente aos seus estudantes;

5. Universidade de Stanford: adiciona imagens de eventos a sua conta no Twitter para criar uma sensação de “cultura do campus”;

6. Universidade da Califórnia, Berkeley: interage com seus fãs e seguidores laçando perguntas nas páginas das redes;

Berkeley incentiva a interação de seus estudantes e da comunidade por meio de questões lançadas nas páginas das redes sociais (Foto: Reprodução/Mashable)Berkeley incentiva a interação de seus estudantes e da comunidade por meio de questões lançadas nas páginas das redes sociais (Foto: Reprodução/Mashable)

7. Oxford: apesar de não ser tão ativa nas mídias sociais, quanto às universidades americanas, Oxford consegue agregar quase 500 mil fãs no Facebook;

8. Universidade de Sheffield: também localizada no Reino Unido, Sheffield posta vários vídeos no YouTube para fornecer aos alunos em potencial uma melhor visão sobre o que esperar dos cursos;

A Sheffield costuma postar vídeos para que seus alunos em potencial a conheçam (Foto: Reprodução/Mashable)A Sheffield costuma postar vídeos para que seus alunos em potencial a conheçam (Foto: Reprodução/Mashable)

9. Universidade de Wisconsin, Madison: interage com seus estudantes e a comunidade por meio de contas no Twitter e no Facebook;

10. Universidade do Texas, Austin: apesar de ainda não ter atualizado seu perfil no Facebook para a nova Timeline, esta universidade tem uma conta muito ativa. Ela posta vídeos, notícias e imagens para suas várias plataformas.

Via Mashable

Techtudo Rankings

Anúncios