Tags

, , ,

Na coluna anterior mencionamos uma forma de acesso direto aos arquivos “na nuvem”, ou seja, à sua pasta armazenada no sítio do Dropbox: clicando no ícone criado pelo programa na Área de Notificação e escolhendo a entrada correspondente do menu que então se abre. Esta é forma mais rápida, pois carrega o programa navegador já aberto na página correspondente à pasta. Em contrapartida, por depender da existência do ícone do programa na Área de Notificação, somente funciona em computadores onde o programa esteja instalado.

Há, no entanto, uma forma alternativa. Basta carregar o programa navegador e entrar diretamente com o URL do sítio, “www.dropbox.com”. Isto fará se abrir a página principal – que todo usuário conhece, já que provavelmente foi de lá que baixou o arquivo que instala o programa. No centro, acima do botão para baixar o arquivo de instalação, há um enorme atalho para um vídeo explicando como funciona o programa. Originalmente é em inglês, mas há outros idiomas disponíveis. Infelizmente o português não está entre eles: além do inglês, há versões em alemão, espanhol, francês e japonês (não apenas para o vídeo, mas para toda a interface do programa). Portanto, se você é versado em um destes idiomas, pode alterar para qualquer um deles a narração do vídeo e a interface do programa clicando na pequena seta apontada para baixo que aparece ao lado do (discretíssimo) atalho “English” situado em baixo e à direita da página principal do Dropbox e trocar para o idioma desejado. Eu recomendo veementemente aos que se entenderem com algum dos idiomas disponíveis que assistam ao vídeo para ter uma ideia panorâmica do funcionamento do programa.

Voltando à página principal: em sua base, à esquerda daquele que permite alterar o idioma, há um grande conjunto de discretos atalhos, inclusive os que levam às páginas de suporte técnico, encimados pelo “Help Center” e fechados pelo “Tour”. Este último leva a uma série de telas que explicam mais detalhadamente o funcionamento do Dropbox em qualquer um dos idiomas acima citados, às quais também sugiro uma visita a quem for versado em um deles.

Mas vamos ao que de fato interessa: como ter acesso à página que permite gerenciar nossos arquivos diretamente na nuvem. Repare, ainda na página principal, ao alto e à direita, quase invisível, o discretíssimo atalho “Log in”. Clique nele, entre com seu endereço de correio eletrônico (que funciona como “identidade de usuário”) e senha, e será levado à sua pasta armazenada na nuvem exatamente como se tivesse chegado a ela através do ícone na Área de Notificações conforme descrito no final da coluna anterior.

A grande vantagem desta alternativa é que através dela se pode ter acesso a todos os arquivos e pastas independentemente do programa estar ou não instalado na máquina usada para acessar a nuvem. Em outras palavras: posso acessar e gerenciar o conteúdo de minha pasta na nuvem (que será sincronizado com todos os computadores onde tenho o programa instalado) de qualquer computador em qualquer parte do mundo, desde que esteja conectado à Internet.

Figura 1: pasta Dropbox na nuvem (Foto: Reprodução)Figura 1: pasta Dropbox na nuvem (Foto: Reprodução)

A figura 1 mostra o aspecto de minha pasta Dropbox armazenada na nuvem. Um aspecto espartano: no centro, a lista de pastas cujo conteúdo pode ser exibido clicando-se sobre cada uma delas. Ao alto e à direita, ícones que permitem transferir um arquivo diretamente para ela (de inestimável valor quando a estou acessando de uma máquina de terceiros), criar nova pasta, compartilhar pastas (falaremos nisto na próxima coluna) e mostrar ou ocultar os arquivos removidos (de grande valia quando se deletou inadvertidamente um arquivo do qual ainda se vai precisar), além de uma caixa que permite efetuar uma pesquisa nos arquivos da pasta.

Do lado esquerdo, no alto, quatro atalhos: “Dropbox”, que leva à página principal (esta que está sendo exibida na figura), “Sharing”, que permite criar uma pasta compartilhada (falaremos nele quando abordarmos o compartilhamento de arquivos na próxima coluna), “Events”, que mostra a lista das suas atividades no Dropbox e “Get Started”, que leva a uma lista tipo “passo-a-passo” para iniciantes.

Um desenho minimalista porém altamente funcional. Com ele, esteja eu onde estiver, posso não somente ter acesso aos meus arquivos diretamente na nuvem, como gerenciá-los (movê-los, removê-los, compartilhá-los e adicionar novos). Com a certeza de que, qualquer alteração feita, será automaticamente espelhada em todos os computadores onde tenho instalado o Dropbox via sincronização automática.

Pronto. Já sabemos quase tudo sobre o Dropbox, menos uma de suas funções mais importantes: como compartilhar arquivos.

Nosso assunto da próxima coluna.

Até lá!

B. Piropo

Techtudo Artigos

Anúncios