Tags

, , , , , ,

O LinkedIn anunciou, hoje, em um evento em São Paulo, transmitido pela Internet, a abertura de seu escritório comercial no Brasil.

LinkedIn (Foto: Reprodução)
LinkedIn (Foto: Reprodução)

A empresa é mais conhecida por atuar como rede social em que profissionais pertencentes a praticamente todos os segmentos se reúnem para fazer networking e trocar informações sobre possibilidades de trabalho e de negócios. Mas o “core business” do LinkedIn é agir como intermediário entre departamentos de RH e, para tal, oferece recursos para que essas empresas encontrem filtros e opções avançadas na hora de selecionar potenciais candidatos que supram a demanda por profissionais com as características indicadas pelos recrutadores.

À frente dos negócio no Brasil Osvaldo Barbosa de Oliveira, com passagem pela Microsoft no Brasil, contou durante o evento, que sua contratação foi possibilitada pelo uso de recursos dessa rede social profissional.

Os negócios do LinkedIn no Brasil estão concentrados em três areas principais. A saber:

O LinkedIn como plataforma de anúncios com opções de filtragem do público alvo por regiões geográficas e area de atuação informada em seus perfis. As opções de configuração dos anúncios inlcuem o pagamento por acesso ou por mil exibições.

A ferramenta Recruiter – voltada a atender a demanda de departamento de RH e de empresas recrutadoras de mão de obra.

Contas premium – são modalidades de contas no LinkedIn pagas. Com base nos recursos oferecidos por esse tipo de conta, mantendores de um perfil na rede social, podem contatar outros profissionais.

Perguntado sobre o valor essencial do LinkedIn como ferramenta de marketing pessoal, Barbosa respondeu: ”Quando as empresas procuram por talentos, essa busca começa no LinkedIn”.

Mecanismso de busca no LinkedIn:
O perfil completo do LinkedIn permite o ranqueamento nas primeiras posições dos buscadores, isso faz dos mecanismso de busca parceiros valiosos na estratégia do LinkedIn e dos usuários dessa rede social. Para usar essa integração de forma otimizada existem alguns macetes.

Depois de anunciar a abertura do escritório regional do LinkedIn no Brasil, o novo gerente
regional da empresa, Osvaldo Barbosa deu a dica:

“Estamos com cinco tipos de vagas abertas para nosso escritório no Brasil e, até o final de 2011
haverá mais outras cinco”
. O executivo não declarou quantos postos serão abertas no total,
nem tocou no assunto salários, também não oficializou que tipos de vagas seriam estas, mas,
em uma pesquisa no LInkedIn soubemos que as vagas abertas até o presente momento são:

Gerente de relacionamento:

Recrutador sênior: Exige MBA ou outra pós graduação em áreas como administração e forte
orientação a resultados.

Gerente de marketing para o Brasil: Deverá assumir o desenvolvimento de estratégias
comerciais para o Brasil e demanda forte capacidade de análise de métricas e de novas
oportunidades.

Gerente de relacionamento: será o profissional intermediário entre os clientes e o escritório
do LinkedIn. Sua tarefa é a de assegurar que a satisfação dos clientes esteja alinhada aos
produtos da empresa.

Gerente financeiro: entre as principais atribuições desse profissional estão: o engajamento
junto à equipe financeira do LinkedIn no exterior e avaliar as condições inclusive legislativas
para a comercialização dos serviços do LI no Brasil.

Gerente de contas do LinkedIn para o Brasil: Pede a capacidade analítica de encontrar pontos relevantes na oferta de serviços do LinkedIn e a demanda dos clientes.

 

Como candidatar-se a essas vagas:
Entre em seu perfil no LinkedIn e, na tela que se abre depois de clicar no campo “Jobs” (para
perfis em idioma inglês) , defina o LinkedIn como empresa que deseja pesquisar por vagas.
Provavelmente serão exibidos os postos definidos para o Brasil, se isso não acontecer, volte
para a tela anterior e defina o Brasil como região geográfica a ser pesquisada.

“Se você é um profissional no Brasil e quer acompanhar a nossa equipe no país, divida sua experiência de sucesso no LinkedIn, conheça a nossa versão do site em português ou siga outros usuários do LinkedIn. Siga também nossa página do LinkedIn Brasil ou no Twitter através do @LinkedInBrasil.”

Números atualizados do LinkedIn: Ao todo no mundo são 135 milhões de usuários, na América Latina o LinkedIn possui 14 milhões de usuários e no Brasil já são 6 milhões de pessoas cadastradas.

Techtudo Eventos

Anúncios